sexta-feira, outubro 27, 2006

Sobre Uma Pequena Irritação

Sabe quando você começa a ouvir aquele comentário, que nem é o pior do mundo, e já começa a ficar com vontade de mandar parar e começar de novo, por outro viés?
Pois então.
É a pequena irritação.
A pequena irritação cabe pra quando você não aguenta mais responder à mesma pergunta. Ou ouvir a mesma história, ou, no pior dos casos, as mesmas reclamações.
Não é a sensação de dêja-vú.
Dá vontade de bocejar e contar no relógio quanto tempo vai levar até aquela indignação fake, aquela reclamação fake, aquela cara de zanga fake ou de superioridade fake acabar.
Eu cansei

8 comentários:

uó disse...

There's no time to discriminate hate every m*therfucker that's in your way.

Sincerely yours, uó.

Regina disse...

I'm not in the mood for hating, uó daaaaaaahling.
Just enjoying being not so nice.
Thanks for showing.

dan_top disse...

Penso que maturidade é quando temos a capacidade de relevar as pequenas irritações e inseguranças que temos...gostaria de ser blasé com estas coisas SEMPRE, não só ás vezes...

Fonseca disse...

Sou campeão de sempre contar as mesmas histórias.

Regina disse...

Contar as mesmas histórias não é a pior parte. Encarnar a mesma personagem em detrimento de ser simplesmente quem você É é o que irrita.

Rafael disse...

Nossa, que revolta toda é essa Re!!!
Espero que não seja comigo!!!
rsrsrsrsrs
Mas posso até imaginar o que seja!!!
Bjussss

Fonseca disse...

Só tô passando aqui pra dizer que estou usando uma camiseta preta de manga curta com estampa do HOOTERS (legitimamente paulistana) e, por cima, uma camisa também de manga curta azul. Rá.

Regina disse...

Leandro... conheço pouca gente que frequente o hooters, então pode ser legítimo, mas a rede é americana...
E vc tá ficando ousado nas combinações, hein?
HAH!