terça-feira, agosto 14, 2007

Gente... notícia arasada. Não é o máximo o Jum Nakao na Nutrisport, dando tapa com luva de pelica nessa gente metida e chata que só vê como "importante" a moda visitada pela mídia queridinha com direito a rega-bofe e descolados?
Me poupa.

Me economiza. Que eu não tenho nem muita paciência nem muita saliva pra gastar.

Recentemente fui questionada sobre as minhas vontades, na maior boa vontade do interlocutor. Mas até aí, que vontades são essas que ele se dispunha a me ajudar a explorar? E, no fim, muito bêbado ele e muito cansada eu, dormimos.

Mas daquela conversa, ficou aquela coisa que ele não conseguiu entender. Que, assim como eu não quero ter minha vida e minhas decisões contestadas e devassadas, principalmente no que só diz respeito a mim, eu não vou fazer o mesmo.

AH! Isso não inclui um ou outro "vai tomar no cu" pra quem ficar bancando o engraçado.

O que é bancar o engraçado?
Meu, ou você é ou não é. E se for forçar a barra que nem aqueles comediantes bostinhas, vai ou vir um sonoro "ora, pois então vai à merda".

E eu perdi a elegância?
Como assim? Se continua sendo claro e direto, conciso demais até... Continuo merecendo um elogio da Royal Academy.

Ah, não confundam essas linhas com mau humor. O humor vai bem, o amor vai ótimo. A saúde está incrível - embora a voz esteja me abandonando em momentos muito importantes.

Nunca me senti mais à vontade com todas as coisas, as flores, as cores e o som das risadas.

Agora só falta ter a grana pras tatuagens. Todas as oito.

Um comentário:

Fonseca disse...

Calma, Regina.
Calma. ;)